quarta-feira, 20 de junho de 2012

Austeridade de bens...
Dia 24/12/2011... véspera de Natal... final da tarde... um homem... completamente só...

17 comentários:

HANS-PETER ZÜRCHER disse...

Foto-Kunst der beonderen Art...

Herzlichst Hans-Peter

Cloudy disse...

Siesta is where you feel comfortable...

Ciao
CL

DIX disse...

Composição interessante!
Realidade triste!

Luis Almeida disse...

Um abandono completo muito bom o contexto da foto mas muito triste a realidade da vida dessa pessoa.

Enrique G.A. disse...

Toma uma coisa dura e cruel, mas infelizmente todos os dias assim, mais e mais pessoas abandonadas, e ninguém faz ..
Saudações. -

murci disse...

¡¡¡¡¡¡Que precioso tu blog!!!!!

itagerman disse...

Olá Marina. Te encontrei através do blog do Milton, o Beira Mar. Parabéns pelo trabalho.

Quanto a imagem, incrível como a disposição dos elementos acabam dando, além da magnitude da foto, várias perspectivas de interpretação. Pensei numa placa de trânsito com os dizeres: proibido dormir.

Fantástico o trabalho.

Mais uma vez parabéns!

Beijos

Milton disse...

Oi querida...
Concordo em gênero e grau com o que disse o Itagerman. Além da questão social explícita a foto nos remete a outras situações que podem ser até cômicas, por que não?
Beijo carinhoso e mais uma vez obrigado pelas visitas!

Fotonita disse...

well captured ... well composed ...
touches my heart ...

lis disse...

Lendo o comentário do Milton vejo que a foto desse ângulo podemos intuir que o homem poderia estar fazendo pose para alguma propaganda.
Para o meu olhar é melhor que seja assim!no entanto vejo também ,a toda hora, crianças sujas e mães a usá-las.Não é nada sugestivo assim!
Merecido prêmio Marina.Parabéns.

* voce falou sobre ter trocado de câmera- nao troquei não, é a mesma velhinha de sempre rs
pode ser configuração errada , ou amadorismo mesmo rs
abraço

Kaya disse...

That is again another very creative photograph!!! It's very special. It catches your eyes and you try to understand what is going on. Great and very beautiful

Greetings from Kaya.

Fábio Martins disse...

Estas imagens mexem muito comigo Marina...
o abandono é coisa que me custa ver nestas pessoas sem casa ou onde comer em condições.

Curiosidade, ficas-te em que lugar no concurso Marina? :)

Edu. Matos disse...

A imagem fala por si.

Jesús disse...

Una toma bien vista y bien compuesta.

Saludos.

Rochester disse...

Interessante notar que
nesses momentos de abandono
parece que voltamos
à posição fetal, numa busca pelo
útero materno.

tossan® disse...

Isso é fotojornalismo do bom! Excelente composição. Abraço

Sônia Brandão disse...

E um primeiro lugar mais que merecido, a foto é excelente.

bjs